domingo, maio 31, 2009

Crescer?

Na sexta feira passada uma miúda de 8 anos disse-me que era chato ser criança por causa de ter que fazer trabalhos de casa. Claro que lhe respondi com o habitual clichê do "não tenhas pressas para crescer" ao que ela, como costume, pouco ligou.

Todos nós passámos por isso, pela pressa de crescer, de nos tornarmos adultos, independentes, livres. E, invariavelmente, a maioria de nós acaba por chegar à conclusão que estavamos bem quando eramos pequenos e sem preocupações.

Crescer para quê?

Crescer para sair da escola e deixar de fazer trabalhos de casa e passar a estar 12 horas por dia num trabalho que raramente será aquele que ambicionamos quando eramos crianças? Que nos paga meia dúzia de tostões que dificilmente chegam ao final do mês e que nos obriga a aturar chefes incompetentes que só aparecem para apontar o dedo?
Crescer para perceber que o mundo é cruel e hipócrita, onde os teus amigos atraiçoam-te com uma facilidade incrível? Para descobrires que aqueles a quem prestaste solidariedade são os primeiros a atirarem-te aos lobos?
Crescer para deixares de ter tempo para ti e para os teus amigos? Para viveres uma vida cheia de azáfama mas vazia de conteúdo, viveres sobre a preocupação se irás manter o emprego e conseguir pagar as contas? Viveres na incógnita de saberes se irás ter reforma quando chegar a tua altura?
Crescer para descobrires que a bondade e honestidade poucos benefícios de trarão? Para seres confrontado com o triunfo da maldade e vê-la atingir as pessoas que estimas?
Crescer para te tornares em algo que não gostas? Para deixares de ser optimista e alegre e te transformares em alguém pessimista e sisudo?

Não queiras crescer miúda. Não perdes nada.

8 Comments:

Blogger Brandie said...

Mas ser criança é ser permanentemente inseguro e crescer é perder gradualmente essa insegurança. Não gostava de voltar a ser criança:P

11:35 da manhã, junho 04, 2010  
Anonymous Teresa said...

Como eu o compreendo!Fui tão feliz quando era criança,tive tanta liberdade!Tenho saudades da minha infância, dos sons dos cheiros,dos sabores, dos meus amigos, de tudo!

11:18 da manhã, junho 09, 2010  
Blogger Marta said...

É verdade, todos nós temos pressa de crescer e depois...como diz o outro: Se soubesse o que sei hoje!

7:26 da tarde, julho 20, 2010  
Blogger Ivania santos By DIAMOND said...

Nunca estamos bem...
Se somos crianças queremos ser crescidos... e depois com responsabilidades e problemas... queremos voltar a ser criancitas...

ehehhe :P

que nice blog!

E Benfiquista suponho :D

xoxo,
ivânia Diamond*

2:03 da tarde, novembro 10, 2010  
Anonymous Anónimo said...

Oi trata-se a 1ª vez que encontrei a tua página e reflecti muito!Bom Projecto!
Adeus

3:31 da tarde, maio 26, 2011  
Anonymous vasco said...

A nostalgia d'infância

1:00 da manhã, fevereiro 14, 2012  
Blogger chinfrim said...

Pena teres deixado de escrever novamente. Tens aqui coisas com pés e cabeça (e outras com bastante piada).

4:30 da tarde, setembro 21, 2012  
Blogger Pedro said...

Quero voltar a escrever aqui mas precisei mesmo de fazer uma pausa nos "Desabafos" pq estava a ser demasiado deprimente o q tinha para desabafar. Só tristezas e agruras...sem culpa nenhuma.
Pode ser q em breve volte...tenho essa vontade mas com esta crise toda acho q ainda vou esperar mais um pouco!! Obrigado.
☺☺

8:00 da tarde, setembro 21, 2012  

Enviar um comentário

<< Home